Categorias
Informação

O que é ser Cadeirante.

Eu Maria Amélia solidarizo-me com todos os amigos cadeirantes, recebi uma ligação me agredindo e quero deixar aqui meu depoimento principalmente para pessoas como “Sra. A…” que acaba de me agredir por telefone e sei que é por falta de conhecimento, por isso quero deixar claro que a pior das deficiências é a ignorância, isso nos leva a  agressão insana, sem conhecimento agredimos a nós mesmos, para que ela e muitos que não conhecem o dia a dia do cadeirante abaixo vai meu relato.

Tenho 66 anos e aos 10 meses quando comecei a andar fui acometida pela Poliomielite  aqui no Brasil ainda não havia a “Salk”,criada em 1955 nem a “Sabin “  criada em 1962,  muitos assim como eu passaram pelo mesmo. Os médicos estavam estudando os acometidos pela Pólio e com esses estudo foi criada a UTI e  o PULMÃO de Aço, e muitos sabem e conhecem, dois amigos(Paulo e Eliana ) moraram no hospital das clinicas mais de 40 anos, com traqueostomia e por precisar usar essa tecnologia do pulmão de aço(o primeiro respirador criado), Eliana Zagui é uma delas que  alem de pintar telas maravilhosas com a BOCA , escreveu um livro contando sua história e também tem uma peça de teatro contando sua história.

Operei 14 vezes, usei aparelho ortopédico ate meus 15 anos quando consegui voltar a andar  e com isso ter uma vida com mais agilidade, estudei, trabalhei, casei e tenho uma filha e neto, até os meus 45 anos uma vida que parecia normal apesar das sequelas da pólio, que era estável a condição, começou a se tornar estranha, comecei a sentir uma fadiga esquisita nunca passava, dores lancinantes que nunca tive, todos os médicos que eu procurei diziam ser psicológico, fiz terapias e percebia que não adiantava até descobrir em 2003 que a UNIFESP, Universidade federal de São Paulo estava procurando as “crianças dos anos 50”que foram acometidos pela Pólio para participar de uma pesquisa cientifica, fiquei emociona em saber que poderia ter os melhores médicos do Brasil, os médicos dos Para-atletas e me fiz voluntária da pesquisa (estou como paciente a 16 anos) após alguns anos consegui um diagnóstico, SPP, a síndrome Pós-Pólio CID 10 G14 conquistado em 2009, mas ainda não constava no Livro dos CID e este ano 2022 esta incluso no CID 11  8B62 – Post polio progressive muscular atrophy .

A Pólio é um Doença do “corno anterior da medula”, causa a morte de neurônios de movimento e deixa em alguns sequelas(  condição estavel , inalterável) portanto, não degenerativa, mas depois de 30 ou 40 anos alguns como eu desenvolve a Síndrome Pós-Pólio, totalmente diferente da Pólio essa Síndrome é irreversível e degenerativa, pode causar a perda dos movimentos em algum membro que não teve sequela, essa condição nos leva a se tornar cadeirantes em um determinado momento, pois temos que economizar energia de todos os membros, a velhice é também é a perda de Neurônios de movimento e para quem ja perdeu muitos com a Pólio  deve se poupar em não entrar em fadiga(“Over User”)  pois isso nos leva a condição da SPP, Síndrome Pós-pólio e a SPP nos leva ser cadeirante, muitos conseguem andar, como eu com duas bengala, duas muletas, mas deve se poupar porque com um pequeno esbarrão na rua, pequenos buracos, desnível das calçadas e alem da SPP ter osteoporose, podemos cair e quebrar, ja quebrei as duas mãos, os dois joelhos, a clavícula, o fêmur com pequenos tombos, devemos poupar para não cair e quebrar e ter menos dores, menos fadiga e menos perda de neurônios motores, menos quebra de ossos. 

Apesar de todas as dificuldades que superamos e que a própria família assistiu a tudo imagina quem não assistiu! vejo hoje quantas pessoas nos encarada como “golpista mentirosa” querendo levar vantagem de alguma forma, estou aqui pra dizer que ouvir frases horríveis e no momento mais difícil quando achamos que estávamos ótimos e na melhor idade, dizem que estamos inventando histórias que queremos uma aposentadoria sem ter lutado por ela!!!  estou aqui pra dizer a todos vocês que acredito em todos porque sei o quanto tive que superar assim como todos os meus amigos que podem ter vivido mais cirurgias ou menos mas tiveram que superar todas as frustrações, eu sei o quanto é verdade e parabenizo a todos que hoje tem uma “Doença do neurônio motor Degenerativa “ é difícil aceitar o olhar do outro achando que você é incapaz quero que todos os meus amigos saibam que quem sabe do que somos capazes somos nós que o outro pode me olhar como incapaz mas nós sabemos do que somos capazes, temos limitação física sim, posso ser cadeirante, muletante, bengalante, mas tenho preservados meus neurônio de raciocínio, e que Deus abençoe a todos que conseguiram apesar de  suas dificuldades e limitações a encarar de frente  a grande ignorância que existe naqueles que se acham muito capazes!!! 

Um beijo grande no coração de todos os meus amigos que se sentem à margem da sociedade quero que saiba que estamos juntos que só nós sabemos o quanto é difícil aguentar o  bulling !!! no dia a dia. DEUS É connosco.

2 respostas em “O que é ser Cadeirante.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *